EUFÉMIA N. ALMEIDA

Praça da Figueira, Nº6 - Lisboa
(mapa)

 

Quem se encontrar a passar umas horas gostosas na Pensão da Praça da Figueira certamente não ignorará o paraíso artificial que faz o prefácio ao edifício. E quem passar à porta do dito jardim, não pode deixar de entrar e admirar as belas espécies plastificadas.
 
Eufémia N. Almeida dá nome a uma incrível florista de vão-de-escada. Esta tipologia de lojas segue aquela lógica do bolso interior dos casacos, aproveitando um espaço que de outra maneira não serviria para nada (o mesmo já não se aplica àquele bolso pequenino que fica dentro do bolso direito das calças, que não serve mesmo para nada). Assim, quando o freguês entra no prédio depara-se com uma frondosa flora eterna. Há de tudo, da rosa à hortênsia, passando pelo nenúfar e pela borboleta. Também pode encontrar frutas e vegetais de plástico para compor belas naturezas (deveras) mortas.
 
A loja centenária pertencia à Dona Eufémia e era uma ervanária, mas há coisa de uns anos, as ervas cresceram e deram lugar às flores, agora vendidas pelo filho, o simpático Sr. Lino Esteves que me mostrou o negócio paralelo aos verdes… o fascinante mundo esotérico!
 
Aqui, o freguês entra com um problema e sai com uma solução. Há velas várias para ajudar nos estudos, arranjar bons negócios, dar miopia ao mau-olhado, acabar com os vícios, trazer saudinha (isso é que é preciso) e até umas eléctricas que duram 30 dias. Há incensos com nomes sedutores como “Chama Dinheiro”, “Chama Clientes” e o best-seller medieval “Vá de Retro Satanás”. Há defumadores que prometem maravilhas como “Vence Tudo”, “Limpa Tudo do Lar” e “Sai de mim coisa ruim”. Finalmente ainda encontra pós mágicos “Afasta Amante”, “Amarração” e “Andorinha” (para chamar a Primavera?), entre tudo o resto.
 
Freguês, os dias de incerteza terminaram. Agora que conhece o sitio já pode ir buscar o feitiço. E não se esqueça de trazer um ramalhete, pois ao contrário do verdadeiro amor, as flores de plástico não morrem... também não vivem, mas até compõem um sala!
 
 
Prepare to discover a weird and wonderfull little shop. Eufemia N. Almeida was the name of the first owner of this place, back than you could buy all kinds of herbs. Nowadays, it's the son you will meet if you come looking for artificial flowers, plants and.... magic spells. He sells candels, powders and other stuff for all sorts of incantations... Well, but if you don't believe in it, you can always go for the flowers, they last forever, you know?

Adicionar novo comentário

Plain text

  • Não são permitidas tags HTML.
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.