A MARIAZINHA

Av. do Rio de Janeiro, Nº 25B - Lisboa
(mapa)

Alvalade nem sempre é bola. Alvalade é muito chá, é Conchanata (épica gelataria, ó gentes juniores, nada a ver com Havaianas), é chamar aos talhos boutiques de carne, é haver mais farmácias que cafés, é usar caderneta para ir levantar a pensão, é pôr laca cabelo-sim-cabelo-não, é andar de olho nos diabetes (e como o tesouro nunca anda muito longe do dragão), é onde está a Tentação… n’A Mariazinha.
 
A Mariazinha é a mina das guloseimas. É o Shangri-lá da Avózisse. É onde as ditas vão encher a gaveta das maravilhas, a dispensa mágica. É onde as mães-das-mães vão levantar o ouro açucarado com que subornam a criançada neta…
 
É vê-las chegar e pedir mancheias de rebuçados a trazer na malinha, para adoçar a boca que diz mal da vizinha, e pacotinhos daqueles bombons às cores com recheio (que antigamente não havia cá moncherries nem ferrerosrochêz) para pôr lá no frasquinho eternamente cheio, que mora em cima da mesa. É aqui que elas vêm buscar moedas de ouro para premiar boas notas, sombrinhas de chocolate para intempéries emocionais, rebuçados Diamante (daqueles enormes que até fazem aftas) e rebuçados de fruta (cujo papel lambido vira tatuagem), mas também é aqui que vêm comprar sacos com 3 kilos e quinhentas de rebuçados peitorais (designação curiosa ou publicidade enganosa?!) Dr. Bayard, para curar Invernos passados ao calorífero...
 
Enfim, tudo o que prometa momentos felizes e uma vida em dentistas mora aqui, mas não é por isto que A Mariazinha é famosa desde 1957….
 
Chás, cafés e farinhas. Eis o ouro da casa prometido pelos antigos reclames que quase cantam: “Só o bom café nos dá prazer e alegria”, “Só o bom chá nos conforta e delicia”. Estes mostram bem o que é preciso para se ter uma vida airosa e, se dúvidas houvesse, ainda explicam: “Só nos delicia o que bem nos sabe”. Mais palavras para quê? Só temos que ir na conversa e pedir ao Sr. Paulo que nos ajude a escolher um cházinho para molhar uma das 10 variedades de biscoito ou uma mistura de café Mariazinha (diz que melhor não há!) para abrir a pestana ao avô quando estiver a tentar seguir a bola na Tv…
 
- Ó menina, e as passinhas? Não se esqueça das passinhas para a passagem de ano.
 
É verdade, já me esquecia de dizer, A Mariazinha também tem tudo o que vale a pena comer seco e murcho. Da Noz do Chile à Castanha do Maranhão, da Abóbora Cristalizada à Amêndoa Torrada ou Palitada, passando pelas Passas do Algarve que afinal são de Málaga. O que é importante é passá-las. E para o ano há mais...
 
 
If you came all the way to visit this neighbourhood, you are more than a standard tourist. Here you can experience what it feels to be old and classy in a city like Lisbon. Have a nice coffee in Avenida da Igreja and observe the grannies around you, they all enter the same shop….A Mariazinha. Here is where they buy all the candies, chocolates, cookies, teas, coffee blends and dry fruits they need to be the best grannies in the world. Don’t doubt it, A Mariazinha has been making magnificent grannies since 1957!

Adicionar novo comentário

Plain text

  • Não são permitidas tags HTML.
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.